Dança do Ventre Tribal

Dar VIDA à VIDA
Dança Tribal: um caminho para o feminino essencial
Release Danc_a Tribal

Que o universo feminino é cheio de mistérios a gente sabe.
O assunto é tão vasto, que as mulheres não páram de falar disso…
A beleza, a vitalidade, a auto-confiança, cuidados com o corpo são coisas que muitas mulheres procuram: Empoderamento do Feminino pode resumir essa busca.

Se a gente te contasse que existe uma maneira inovadora, exotica, proposta numa atividade, que também é física, que une esses aspectos, e que ainda traz um aumento de prazer, sensualidade, beleza, diversão e muito mais?

Dança Tribal
Dança, natureza, busca da individualidade através da auto-expressão tendo como ferramenta a dança tribal

A dança tribal trabalha com a Natureza Feminina – do latim, natura, que significa nascimento, ou universo. “Natureza” implica naquilo que é inato, real.

Tornar-se consciente dela, senti-la e permitir a sua expressão acrescentam nova dimensão à vida.

O cuidado com Templo-Corpo através do PRAZER, do ORDENAMENTO e do FLUXO que a dança oferece, é uma virtude CURATIVA (re)descoberta pela ciência, que traz equilíbrio, leveza, satisfação e movimento, fazendo fluir o Ir e Vir de ENERGIA VITAL contida em todo o SER.

Acordar esse sentido nas mulheres traz benefícios imensos como:

• Melhora da autoestima e da autoimagem
• Autoconfiança
• Empoderamento
• Definição física e corporal através do trabalho muscular, que desenvolve linhas sinuosas como a cintura
• Diminuição de estresse
• Aumento da libido
• Provoca vitalidade

Além disso, há também casos de pessoas que passaram por processos depressivos e buscaram o auxílio para DAR VIDA à VIDA através do CORPO, encontrando na DANÇA TRIBAL uma ferramenta que trabalha com o bem-estar físico, mental e emocional.

Popularmente conhecida como dança étnica de fusão, seu surgimento se deu no berço de muitas manifestações culturais, nos Estados Unidos, Califórnia, na década de 60.

Sua liberdade de ação e criação vem justamente por ser um estilo de dança agregador e contemporâneo, que traz consigo toda a ancestralidade das danças do Ventre, Flamenco, Indiana e Folclóricas do Norte da Africa, moldadas e estruturadas num novo formato de apresentação, representação e dança.

Ao ver uma performance de dança tribal, podemos ter a sensação de que estamos diante de um mapa mundi: a dança, a música, o figurino, sua estética e seus significados – trazem em si a fusão e a harmonia das diversidades culturais.

Por Renata Duca

Fotos por Adriana Pavesi

Grupos: 2a-feiras: 20h – intermediário

Formação de novas turmas e horários – inscreva-se!

Particulares: agendamento individual

Modalidades:

ATS® e Tribal Fusion / Prayerformance

 

Fotos das aulas e apresentações Vídeos dos festivaise workshops Renata Duca BOUTIQUE

Renata Duca

foto Re

Renata Camargo Duca é bacharel em Relações Internacionais, MBA em Gestão Estratégica ambas pela FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado – SP) é estudante, dançarina, coreógrafa e instrutora de Dança do Ventre Tribal, certificada como Sister Studio® de ATS® (American Tribal Style®).

            As artes musicais e do corpo nasceram pulsando em Renata, ouviu diversas vezes de seus professores que nasceu dançando. Sua ancestralidade judaica e afro-brasileira lhe conferem os dois pés na dança. Quando pequena sempre participou e formou grupos de dança de diversos estilos dentre eles o Hip Hop, o Axé e o Pop, culminando em apresentações para familiares e amigos até em festivais escolares. Foi num desses festivais escolares por volta dos 7 anos de idade que viu uma dançarina do ventre se apresentar com uma dança folclórica utilizando a bengala, quando colocou os olhos naquilo soube imediatamente que aquela era a sua tribo.

            Em 1999 através da dança do ventre clássica e folclórica iniciou suas práticas com Maitê Fracassi. Mais tarde teve aulas particulares de Dança do Ventre com enfoque no Sagrado Feminino com Simone Martinelli com quem seguiu estudando ventre até 2008, o que lhe confere base, conhecimento e aprofundamento para seu trabalho atual.

Em 2009, conheceu a Dança do Ventre Tribal e logo iniciou seus estudos com Rebeca Piñeiro e com diversas dançarinas renomadas tanto nacional quanto internacionalmente. Algumas delas são: Joline Andrade, Kilma Farias, Paula Bráz, Cibelle Souza, Mariana Quadros, Moria Chappel, Zoe Jakes, Ariellah Afflalo, Lady Fred, Carolena Nericcio e FCBD.

Seus estudos continuam permanentes com outros estilos de dança como a dança afro que estudou com Flávia Mazal, Dança Clássica Indiana com Iara Ananda, Dança Flamenca com Isabel Pato e Capoeira e Maculelê com Mestre Bico-Duro.

Em 2009, começou a dar aulas de dança do ventre e em 2010 de dança do ventre tribal, ministrando aulas em grupo e particulares, além de shows, eventos e workshops. Participou do extinto grupo de dança tribal – Ulan Daban – à convite de Rebeca Piñeiro e em junho de 2012 e fundou e co-dirigiu o também extinto grupo Trupe Tribal Gaia de ATS®.

Nesse interím, conhece uma nova prática de Yoga, chamada Vinyasa Flow Yoga e começa suas práticas nesta modalidade.

Em 2012 estuda ATS® com Mariana Quadros – FCBD® Sister Studio num curso intensivo e em novembro , Renata viajou para California – EUA – para fazer o curso de formação de professoras de dança do ventre tribal no estilo ATS®, sendo certificada internacionalmente como professora apta a ensinar o estilo e certificada como Sister Studio®.

Em 2013, fez o curso de formação em Tribal Fusion com a bailarina Joline Andrade, renomada internacionalmente.

Renata leciona nos Espaços Florescer e Studio Rose dos Véus atualmente, com aulas em grupo, particulares além de show, palestras, eventos e workshops particulares e  treinamentos corporativos.